Saturday, April 22, 2006

 

O MENINO ARMANDINO, O SENHOR COITO E A MESADA

Existem por aí uns bons rapazes chamados de Armandinos e que dão ares de serem de esquerda. Se lhes colocasse para análise a célebre frase de Proudhon "A propriedade é um roubo!" havíamos de os ver fugir a sete pés. Mais adiante vou tentar construir o perfil dos esquerdas nos Açores, porém fiquemos por algumas, poucas, notas. Armandino herdou do papai terras, casas, dinheiro e crédito. Armandino vive de uma mesada que o senhor Coito, guarda-livros da casa lhe entrega pontualmente. Nunca fez contas na vida. Quando lhe falta o pilim, faz um vale. O senhor Coito não lhe nega nada. Só que Armandino descobriu as revistas do coração e começou a querer imitar as ricas personagens que têm de tudo. Principiou por ter amantes e a oferecer-lhes prendas caríssimas. Certa vez ouviu dizer a um novo amigo da alta roda que o seu guarda-livros que tomava conta de tudo tirava mais proveito que o próprio. Um dia, com um copo a mais e mais uma amante que lhe estava a sair caríssima, Armandino resolveu chamar o senhor Coito e pedir-lhe contas. Queria saber o quanto montava a fortuna herdada. Onde e como se gastava o dinheiro, etc. Claro, como não podia deixar de ser, o senhor Coito ofendeu-se, mas soube reprimir os seus ímpetos assassinos. Aquilo não se fazia! Estava tudo a correr tão bem para todos. Quem lhe teria metido aquelas coisas na cabeça?, etc. Passaram-se dez, quinze, vinte, trinta anos e o senhor Coito ainda não apresentou contas . Armandino continua a beber e a gastar dinheiro com amantes, carros desportivos, casas, etc. Nada lhe falta. Sempre que pede dinheiro (ultimamente são balúrdios) o senhor Coito lho entrega de imediato. O Armandino já tem filhos a mais (daqui e de acolá) e que estão, também eles, a querer mesadas. A coisa vai queimar, lá isso vai. Mas vai levar o seu tempo. Os Armandinos dizem-se de esquerda. E dizem-no afirmando que nunca andaram atrás de Mota Amaral. Que quem andava atrás dele é que era de direira. Eram os reaccionários que tratavam mal o povo. Os Armandinos são de esquerda porque dão ao povo a respectiva mesada. Há dias que os Armandinos vão levar as mesadas à taberna que é onde está lá o seu povo. E nunca se esquecem de fazer lembrar aos "mesadistas" que ir atrás de César é que está a dar. E lá vai mais um copo, porque atrás de mesada, mesada vem. Ser de esquerda, hoje, nada tem a ver com ideologias. Ser de esquerda é ir atrás de um ou de outro. No caso dos Açores é ir-se atrás de César. Não se pergunta nos nossos dias a que partido a pessoa pertence. O que se pergunta é de quem anda você atrás? É o que está a dar! A mesada é uma droga. Uma droga oficial. Até paga IRS. E quem quiser ser de esquerda, o que tem de fazer? Pôr-se na bicha. É óbvio!
Manuel Melo Bento
Sábado
22/04/2006

Comments:
This information is very useful. thank you for sharing. and I will also share information about health through the website

Pengobatan Alami Rematik
Walatra Berry Jus
Cara Mengobati telapak kaki Berlubang
Tips Menghilangkan Wajah kusam
Cara Mengobati Bisul
solusi masalah kewanitaan
Pengobatan alami Tipes
 
Post a Comment



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?