Sunday, February 11, 2007

 

AS NOITES DO RIO POR CÁ À NOITE TÊM DIAS

Sábado à noite a cidade de Ponta Delgada é visitada por gente vinda das catacumbas do desespero. O Centro Histórico enche-se de gente nova que depois de beber uns copos resolve entreter-se destruindo tudo o que lhe aparece pela frente. Caixotes de lixo, divisórias de construções, carros e até janelas baixas são o seu alvo preferido. A cento e poucos metros da esquadra da Polícia de Segurança Pública ficam os despojos de uma “luta” que à primeira vista parece não ter explicação. Sabe-se que os agentes da autoridade não podem actuar sem que os desacatos lhes sejam comunicados. Às vezes, o barulho que fazem é tanto que se estranha não haver de imediato intervenção policial. À partida não há lógica para tais desacatos. Acontece! O cidadão comum pouco ou nada pode fazer. Se por acaso lhes chamamos a atenção sujeitamo-nos a ser violentamente agredidos. Quem são estes novos bandidos? Não sabemos. Sabemos, isso sim, quais os lugares onde se portam como feras saídas das jaulas. Os locais estão definidos e muito bem. Penso que está na altura de a Polícia durante as duas ou três horas que duram as cenas de violência levar a efeito o patrulhamento adequado. Daqui a nada estamos organizados para nos manifestarmos contra estes comportamentos. Começaremos por abaixo-assinados a fim de alertarmos quem de direito. Não convém para certos políticos que se faça muito alarido para dar ideia de que tudo corre bem. Um ataque violento ali outro acolá. Espancamentos estão na ordem do dia. Melhor dizendo, na ordem da noite. Ponta Delgada é uma cidade violenta! Querer esconder a questão não vai durar muito. Não serão, certamente, energúmenos das favelas aqueles que estão a tornar a vida desta cidade um inferno. São indivíduos reais que em grupo tudo podem. Estarão eles também a meter medo àqueles cuja missão é proteger? Se assim, é estamos fritos!
Alturas houve que se viam turistas a passear à noite. Fugiram?
manuelmelobento.

Comments:
C'os diabos! Então esta não é uma cidade moderna, tão virada para o mundo que nem se enxerga?
 
Post a Comment



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?